Aqui elas dão show!

Loading...

quarta-feira, 13 de junho de 2012

NOSSA HISTÓRIA - As duas comissões da Beija Flor 1989

Em 1989, o mestre Joãozinho Trinta foi o criador de um dos momentos mais emocionantes da Marquês de Sapucaí. O "Cristo Mendigo" cercado por uma enorme ala de esfarrapados deixou todas as pessoas que acompanhavam aquele desfile em estado de êxtase. Apesar de não ter sido campeã a Beija Flor entrou para  história com o mais arrebatador desfile de todos os tempos. Uma surpreendente resposta de Joãozinho àqueles que o atacaram por apresentar desfiles extremamente luxuosos na avenida. O luxo e o lixo juntos a uma euforia sem fim. Lindo!

A escola levou para a avenida duas comissões de frente, uma formada por mendigos (o lixo) e outra mais adornada de plumas e paetês (o luxo). Pouca gente lembra destes dois momentos, mas nós estamos aqui pra refrescar a sua memória...

Os vídeos a seguir mostram ambas as comissões. O primeiro é um registro do desfile das campeãs, onde o povo descobre o a escultura do Cristo. Não editamos o vídeo porque ele retrata momentos de uma emoção única. Confira e se emocione! É simplesmente lindo!

ENREDO: “Ratos e urubus larguem minha fantasia”.
CARNAVALESCO(S): Joãosinho Trinta.
Coreógrafo(s): Amir Haddad.
Componentes: 15 masculinos (Grupo Tá na Rua).
Nome da fantasia: “Mendigos”.
O que representou: “Na abertura mostraremos a massa de Mendigos envolvidos pela crueza
do LIXO REAL, símbolo de tantas sujeiras nacionais. LIXO FÍSICO, MENTAL E
ESPIRITUAL assentado no LUXO de tantas situações deprimentes. O jogo será feito.
Mostraremos o Lixo e o Luxo rebatendo na figura do MENDIGO. E esta figura não é tão fácil
de ser retratada, como se pensa. Ao contrário, ele  é muito complexo, realmente profundo e
dramático. Descobre-se, nele, um Universo de razões, situações, ações e reações, prazeres,
ódios, sentimentos e paixões numa turbulência maior que imaginamos. Cada mendigo é um
mundo muito particular. Ninguém é parecido com ninguém. Por estarem libertos dos
parâmetros de uma sociedade dita normal, eles criam aberturas muito amplas para si. De uma
maneira geral. Em termos de vivências, indumentárias, atitudes, etc. Esta falta de
comportamentos resulta numa grande liberdade. Liberdade que esbarra em qualquer
Regulamento. (...) Foi escolhido um tipo mais comedido que na visão de um bêbado fica
multiplicado por 15. Por causa desta multiplicação alcoólica todos os Mendigos estão vestidos
iguais e fazem gestos iguais. Foram treinados para  um certo comportamento em relação ao
Regulamento. Mas, suas características de liberdade e irreverência permanecem”.

1ª COMISSÃO:

2ª COMISSÃO:

FONTE: "Abre Alas" - LIESA

Nenhum comentário:

Postar um comentário