Aqui elas dão show!

Loading...

sexta-feira, 18 de maio de 2012

ARTIGO - A Beija-Flor de Nilópolis em busca de sua nova Comissão de Frente


SRZD CARNAVAL - Por Raymondh Junior

Confesso que a saída do coreógrafo Fábio de Mello no comando da Comissão de Frente da azul e branca de Nilópolis, me trouxe uma certa animação ao pensar que este seria um bom momento para se rever este quesito. Nunca acreditei no potencial do Fábio para comandar uma comissão como a da Beija, com um diretor de carnaval rígido e coerente, e uma torcida exigente como a escola possui. Aliás, depois de se ter um Carlinhos de Jesus, na humilde opinião deste blogueiro, um dos melhores coreógrafos do carnaval deste país, mesmo não acertando totalmente a mão em 2011, e após passar quinze anos com a talentosíssima Ghislaine Cavalcanti, conduzindo o quesito e contribuindo para a conquista de seis títulos, era de se esperar um representante a altura do que é a Beija-Flor de Nilópolis.

A Beija-Flor tem o compromisso de emocionar seu torcedor, e impactar o público sempre com belas apresentações em suas Comissões, ou na sua grande maioria, o que de fato não aconteceu este ano, numa comissão que teve peso de alegoria, luxuosa, mas que não contribuiu para uma boa apresentação do povo nilopolitano, confusa, e de gosto duvidoso. Mesmo com toda produção oferecida, passou quase despercebida pelo público, não fosse pelos graves erros cometidos na execução de sua coreografia. O pior de tudo foi ver o coreógrafo criticar outras Comissões das co-irmãs pela imprensa carnavalesca. Fica a dica, em muitos casos é melhor seguir o exemplo da coruja: olhos bem abertos e boca sempre fechada.

A somatização destes problemas passados em 2012, certamente fez o genial Laíla repensar a composição desta marca de talento que é própria da Beija, o quesito Comissão de Frente. Confesso que esperava notícias muito mais empolgantes sobre o anuncio da nova Comissão, o que de fato, não aconteceu, a equipe que se formou, me parece um tanto duvidosa, mesmo gostando muito dos trabalhos do coreógrafo Ruidglan Barros, que sempre mostrou muito talento e dedicação em tudo que já apresentou ao mundo do samba, principalmente na equipe que o carnavalesco Paulo Barros (Unidos da Tijuca) formou. Mesmo com a experiência de Rui, e seu bom gosto, me parece uma mistura de salve-se quem puder, mas prefiro esperar a apresentação em 2013.

Sinceramente não consigo entender o motivo pelo qual o talentoso carnavalesco Bira, da Comissão de Carnaval não poderia assumir esta tarefa, mesmo que fosse apenas na concepção do projeto. Alguém na Beija-Flor precisa dar a oportunidade deste profissional mostrar seu talento por completo, o espetáculo iria agradecer muito. Torço para que o condutor da Comissão de Carnaval da escola, Laíla, esteja preparando algo ainda maior para que o Bira apresente no próximo carnaval, só assim faria sentido a ausência dele, neste novo momento da Comissão de Frente da nossa querida Beija-Flor de Nilópolis.

Axé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário