Aqui elas dão show!

Loading...

quinta-feira, 5 de julho de 2012

NOSSA HISTÓRIA - Portela e a década de 90

Portela 1990
Na década de 90 todas as escolas já haviam deixado as comissões de frente tradicionais de lado, mas a Portela resistiu o quanto pode. Até que em 1993, não resistindo a pressão da competitividade, cedeu aos novos rumos tomados pelo quesito.

A seguir, podemos acompanhar as últimas comissões tradicionais formadas por componentes ilustres da escola e a transformação feita pelas mãos do coreógrafo Jerônimo da Silva Patrocínio.

1999
ENREDO: “De volta aos caminhos de Minas Gerais”.
“Explosão barroca”
por Luiz Monteiro

1998
ENREDO: “Os olhos da noite”.
“Anfitriões da noite”
por Luiz Monteiro

1997
ENREDO: “Linda, eternamente Olinda”.
 “Arautos alados”
por Luiz Monteiro

1996
ENREDO: “Essa gente bronzeada mostra o seu valor”.
 “MPB”
por Gabriel Cortes

1995
ENREDO: “Gira roda, roda gira”
“Magia do girar”
por Jerônimo da Silva Patrocínio

1994
ENREDO: “Quando o samba era samba”
“Dançarinos de Lundu”
por Jerônimo da Silva Patrocínio

1993
ENREDO: “Cerimônia de casamento”.
 “Os Mestres de Cerimônia”
por Galo

1992
ENREDO: “Todo azul que o azul tem”
"Tradicional"
por Bretas (responsável)

1991
ENREDO: “Tributo à vaidade”
"Tradicional"
por Bretas (responsável)

1990
ENREDO: “É de ouro e prata esse chão”
Componentes: Bretas, Casquinha, Carioca, Monarco, Wilson Moreira,
Periquito, Alberto Nonato, Jorge do Violão, Casemiro, Marcus, Jaú, Ari do Cavaco (não desfilou por conta da roupa incompleta), Edir e Zeca Pagodinho, que estréia no grupo este ano.
"Tradicional"
por Bretas (responsável)

Veja também:
As comissões dos anos 2000

As comissões dos anos 80

Um comentário:

  1. Só a Representação da Comissão de frente diz por si porque foi a melhor comissão dos anos 90 da Portela. Fantasia Riquíssima, Coreografia Leve mas com um efeito sensacional. Pena que as comissões de Frentes de hoje não são mas assim
    1998 É MEU VOTO.

    ResponderExcluir