Aqui elas dão show!

Loading...

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

CARNAVALESCO - Coreógrafo conta como será a comissão de frente da Curicica


Por: Geissa Evaristo

Helder Satiro, 36 anos é o estreante coreógrafo responsável pelo quesito comissão de frente da União do Parque Curicica. Apesar da estreia como coreógrafo, Helder já realizou trabalhos em diversos setores desde o carnaval de 2001, quando começou a mostrar e buscar trabalho na arte e no samba. Já foi aderecista de carro e de fantasias de alas, exerceu a função de assistente de carnavalesco e integrante da comissão de frente das escolas: Unidos do Bandeirantes (Nova Iguaçu); Beija-Flor de Nilópolis, Vila Isabel e em 2013 integrará a comissão da Portela.

Considera como ponto forte do seu trabalho a versatilidade da vida, concedida através da experiência adquirida com coreógrafos de trabalhos tão diferentes, tanto dentro do carnaval quanto fora.

- Sou bailarino da vida, aprendo todos os dias com as pessoas diferentes com as quais trabalho e tenho sede de aprender e não recusar nenhum desafio, sem falar que como estreante no quesito possuo uma comissão formada por 15 bailarinos homens que abraçaram o projeto e vestiram a camisa não só da escola, mas a minha também.

Sem utilização de tripé, o coreógrafo revela ao CARNAVALESCO um pouco do que irão mostrar no dia do desfile:

- Nosso elenco de 15 homens vem trazendo na força da dança africana a lembrança do início ainda primitivo da origem dos sons, da origem do semba que deu origem ao samba. Nossa descendência africana trazida pelas histórias e cultura através do escravos e ex-escravos e seus descendentes que chegaram aqui no Brasil e na nossa Cidade Maravilhosa, surgidos nos morros do nosso Rio de Janeiro e que hoje é esta grande festa e o maior espetáculo da Terra, e do país do carnaval. Também faremos uma significativa homenagem a todos que têm seus santos de devoção em suas escolas e aos seus padroeiros, quando todos serão homenageados através de uma citação ao nosso, pedindo proteção e abrindo caminho para a União do Parque Curicica passar, pois o samba e a religiosidade andam juntos desde sempre.

Sobre o ritmo de ensaios na reta final, Helder lembra que foi um dos últimos a assumir este segmento, mas nem por isso o ritmo foi intenso. A equipe ensaia apenas duas vezes por semana, mas o tempo do ensaio é significativo e não quantitativo.

- Acho que atingimos um resultado que nos agradou e que esperamos agradar também aos jurados e o mais importante, agradar ao grande público apaixonado pelo carnaval e pelas comissões. O grupo ensaiou algumas vezes no Sambódromo e considerou o treino de extrema importância para que todo o elenco reconhecesse como se dá o andamento entre as cabines dos jurados, os prós e os contras que poderão surgir na Avenida e como a coreografia se desenvolverá.

A União do Parque Curicica será a quinta escola a desfilar na sexta-feira de Carnaval com o enredo "Quando o Samba era Samba", reedição do Carnaval de 1994 da Portela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário