Aqui elas dão show!

Loading...

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

UOL - Tijuca faz mistério sobre "truque" da comissão de frente deste ano

  • Por Fabíola Ortiz
    No desfile de 2011, integrantes da comissão de frente da Tijuca 'perderam a cabeça'
    No desfile de 2011, integrantes da comissão de frente da Tijuca 'perderam a cabeça'
Em 2010, o truque de troca de roupas em poucos segundos encantou a Marquês de Sapucaí na abertura do desfile da Unidos da Tijuca. No ano seguinte, os integrantes da comissão de frente "perderam a cabeça" com técnicas de ilusionismo para abrir o enredo sobre filmes de terror e, em 2012, a mesma comissão mostrou o movimento do fole da sanfona de Gonzagão, nos 100 anos do forrozeiro. Em 2013, para o desfile sobre a Alemanha, muitas especulações já foram geradas sobre como será a comissão de frente escola campeã do Carnaval carioca de 2010 e 2012.
"Já saiu na imprensa alguma coisa, mas é bacana porque cria uma expectativa em relação ao trabalho", disse ao UOL o coreógrafo da comissão de frente Rodrigo Negri. Desde 2008, a dupla formada por Negri e Priscila Mota está à frente da comissão da Tijuca, mas a "reviravolta" no jeito de pensar a comissão de frente aconteceu a partir de 2010, com o truque que levantou a Sapucaí.
Jornais populares do Rio publicaram que, no desfile deste ano, o carnavalesco Paulo Barros vai colocar raios de verdade para a avenida. Um integrante da comissão soltaria raios com as mãos para representar Thor, o deus do Trovão da mitologia germânica. Um "apagão" no Sambódromo também estaria nos planos de Paulo, conhecido por inovar no jeito de fazer carnavais.
"Vamos ter várias surpresas, será bem diferente, mas não tem nada a ver com o que saiu na imprensa. Até porque nem dá, se a gente parar para analisar, como a gente vai apagar a luz da Sapucaí? É perigoso. A gente faz as loucuras mas sabe até que ponto a gente pode chegar", admitiu Negri.
  • Julio Cesar Guimarães/UOL
    Em 2010, a comissão de frente da Unidos da Tijuca surpreendeu com truques de ilusão de ótica
Há três meses a comissão de frente tem ensaiado diariamente em média quatro ou cinco horas. "Estamos há quase um ano tocando esse projeto e, nesses dois últimos meses, a gente tem apertado com ensaios de madrugada", disse. Sem dar pistas sobre a comissão, Negri garantiu que a "nossa marca vai estar lá, essa marca de trazer uma coisa diferente, de inovação, mais uma vez a gente aposta nisso".
O carnavalesco Paulo Barros já havia negado as informações publicadas na imprensa. "A comissão de frente está sendo executada para que haja um encantamento próprio. É uma comissão que exige dedicação, ensaio, mas é pautada na palavra encantamento. Não é o que foi divulgado", negou, em conversa ao UOL.
Com o enredo "Desceu num raio, é trovoada! O deus Thor pede passagem para mostrar nessa viagem a Alemanha encantada", o desfile preparado por Barros vai colocar na passarela do samba elementos da cultura nórdica e comemorar o ano da Alemanha no Brasil, em 2013.
"A gente vai trazer um país que é alegre e festivo. Apenas numa época do ano faz frio. O Thor é um personagem da mitologia nórdica que foi convidado para apresentar a Alemanha através de uma viagem pelas artes, cultura, universo infantil, das invenções, da tecnologia e, no final da viagem, ele decide comemorar a Alemanha no Brasil. O Thor vem fechar esse enredo transformando o desfile em uma grande festa. A gente vai fazer um brinde com uma bela cerveja alemã", explicou Barros.
Um dos carros alegóricos que chamará a atenção do público é um toboágua gigante de quase 30 metros de comprimento e 10 m de altura. O toboágua será a quarta alegoria que representará o universo infantil e faz uma alusão aos bonecos de playmobil.
A Unidos da Tijuca será a terceira a desfilar na noite de domingo, dia 10 de fevereiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário