Aqui elas dão show!

Loading...

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

NOSSA HISTÓRIA - Joaquim Mãozinha, integrante da comissão portelense nas décadas de 60 e 70.



  • Joaquim Raimundo dos Santos, o Joaquim Mãozinha, foi integrante da comissão de frente da Portela nos anos 60 e 70, só deixando o posto quando a escola substituiu sua elegante comissão trajando terno, gravata e cartola por mulheres.

    Joaquim, faleceu em 1982, mas quem nos contou um pouco da sua história foi o seu filho Jairo, que no carnaval de 60, já desfilou na barriga da mãe pela Portela. Hoje, ele ainda desfila na escola e se orgulha de falar do pai e do período em que passou lá.


    " No início, era tudo muito tradicional. A vestimenta deles era muito alinhada, era a mais bem vestida do carnaval. Por isso, era sempre nota dez.

    Eu era criança, tinha dez, doze anos... Sentavam na mesa da comissão de frente: Manacéia, Alvaiade, Nilson Batatinha, Oscar Bigode, João Calça Curta... Todos falecidos, mas "Seu Coelho" ainda está vivo. É o mais antigo da Portela. Sabe tudo da escola.
  • Meu pai parou porque entrou a comissão de frente só de mulheres. Então, passou a desfilar junto com a Velha Guarda. O último desfile dele na comissão foi em 75, mais ou menos. O Enredo era sobre Macunaíma, quando a Portela foi cortada no meio, tinha muitos componentes naquele ano (seis mil).
    A Portela era muito badalada! Tão badalada, que os ensaios aconteciam também no Mourisco, pra ficar perto do “pessoal do dinheiro”.

    Eu acompanhava não só meu pai, como minha mãe, meu divertimento era na Portela. No carnaval de 60 eu desfilei na barriga de minha mãe.


    Fiquei mutio tempo afastado do carnaval depois que fiz o “santo” e só voltei em 2008... Não consigo parar mais.

    Ainda guardo a cópia do título de sócio do meu pai, que era conhecido como Joaquim Mãozinha. 


    Meu pai costumava enfrentar o Sr. Natal, que gostava de bater e apontar o dedo na cara dos outros... (risos)"



    Título de sócio de Joaquim Raimundo dos Santos de 1955




Nenhum comentário:

Postar um comentário