Aqui elas dão show!

Loading...

domingo, 27 de novembro de 2011

Comissões de frente 1998

Neste ano, houve empate entre a Mangueira, com o enredo  Chico Buarque da
Mangueira e a Beija-Flor, com o enredo Pará – O Mundo Místico dos Caruanas nas Águas do
Patu-Anu.

 CAPRICHOSOS DE PILARES 
ENREDO: “Negra origem, negro Pelé, negra Bené”.
CARNAVALESCO(S): Jerônimo Guimarães.
Componentes: 13 masculinos.
Nome da fantasia: “Feiticeiros Malês”.
O que representou: “Os 13 atléticos componentes da nossa Comissão de Frente executarão
uma coreografia bem característica do Continente Africano. Os jovens escolhidos para a
abertura do nosso desfile são excelentes bailarinos e certamente o número que apresentarão
impressionará pela beleza, originalidade e precisão rítmica dos movimentos, representando
uma cerimônia para exorcizar maus espíritos”.
Coreógrafo(s): Stellinha.
Pontuação: 10,0 – 10,0 – 9,5 – 9,0 – 9,0

ACADÊMICOS DO SALGUEIRO
ENREDO: “Parintins – A ilha do Boi-Bumbá Garantido e Caprichoso”.
CARNAVALESCO(S): Mario Borriello.
Componentes:  15 masculinos (Boi – Marquinhos Azevedo – É o tripa oficial do Boi
Caprichoso. Vaqueirada – 1. Mauro Angelin 2. Marcelo Bunte 3. Jorge Pitanga 4. Vanderley
Souza 5. Paulo Sérgio Gama 6. Ricardo Nascimento 7. Ricardo Teglas 8. Cláudio Silva 9.
Renato Santos 10. Sérgio Tavares 11. Moacyr Gonzaga 12. José Dias da Silva 13. Nelson
Cristóvão Filho 14. Marcos Vinício).
Nome da fantasia: “O Boi com a Vaqueirada (Os guardiões do Boi)”.
O que representou: “Traz uma tradição medieval na qual o Boi era apresentado sendo
protegido e guardado pelos cavaleiros da Vaqueirada”.
Coreógrafo(s): Regina Miranda.
Pontuação: 10,0 – 10,0 – 9,0 – 9,0 – 9,0

UNIDOS DE VILA ISABEL
ENREDO: “Lágrimas, suor e conquistas no mundo em transformação”.
CARNAVALESCO(S): Jorge Freitas.
Componentes: 15 masculinos.
Nome da fantasia: “Barritus - Gritos de bravura”.
O que representou: “O grito de guerra dos germanos (Bárbaros), impressionava os romanos,
começava por uma nota grave e depois uma aguda, com o escudo colocado em frente à boca,
de modo a ampliar o som. Prezavam o mais alto grau  de coragem e resistência e
menosprezavam o conforto e a vida sedentária”.
Coreógrafo(s): Gabriel Cortes.
Pontuação: 9,5 – 9,5 – 9,0 – 9,0 – 8,5

ACADÊMICOS DO GRANDE RIO
ENREDO: “Luis Carlos Prestes, o Cavaleiro da Esperança”.
CARNAVALESCO(S): Max Lopes.
Componentes: 14 masculinos.
Nome da fantasia: “Guerrilheiros da paz”.
O que representou: “para o carnavalesco a coluna Prestes foi a maior caminhada da história
da humanidade”.
Coreógrafo(s): Caio Nunes.
Pontuação: 10,0 – 10,0 – 10,0 – 10,0 – 9,5


UNIDOS DO PORTO DA PEDRA
ENREDO: “Samba no pé e mãos ao alto. Isto é um assalto”.
CARNAVALESCO(S): Mauro Quintaes.
Componentes: 15 masculinos.
Nome da fantasia: “Lugar de ladrão é na cadeia”.
O que representou: “O não à impunidade”.
Coreógrafo(s): Nino Giovanetti.
Pontuação: 9,0 – 9,0 – 9,0 – 8,5 – 8,0

MOCIDADE INDEPENDENTE DE PADRE MIGUEL 
ENREDO: “Brilha no céu a estrela que me faz sonhar”.
CARNAVALESCO(S): Renato Lage.
Componentes: 13 masculinos.
Nome da fantasia: “Rá”.
O que representou:  “Meio deuses, meio sacerdotes; representam a sabedoria, a força da
energia solar”.
Coreógrafo(s): Cláudia Ribeiro.
Pontuação: 10,0 – 10,0 – 9,5 – 9,5 – 9,0

PORTELA
ENREDO: “Os olhos da noite”.
CARNAVALESCO(S): Ilvamar Magalhães.
Componentes: 15 masculinos.
Nome da fantasia: “Anfitriões da noite”.
O que representou: (?)
Coreógrafo(s): Luiz Monteiro.
Pontuação: 10,0 – 10,0 – 10,0 – 10,0 – 10,0

TRADIÇÃO
ENREDO: “Viagem fantástica ao pulmão do mundo”.
CARNAVALESCO(S): Orlando Junior.
Componentes: 15 masculinos - “A Comissão de Frente é formada por bailarinos profissionais
do Teatro Municipal, que há 5 anos só tira nota máxima”.
Nome da fantasia: “Guardiões da floresta”.
O que representou:  “...vai representar os guardiões da Floresta Amazônica, que cantam e
dançam anunciando que ainda são os donos deste paraíso florestal”.
Coreógrafo(s): Roberto Lima.
Pontuação: 10,0 – 10,0 – 10,0 – 10,0 – 9,5

ESTAÇÃO PRIMEIRA DE MANGUEIRA
ENREDO: “Chico Buarque da Mangueira”.
CARNAVALESCO(S): Alexandre Louzada.
Componentes: 15 masculinos.
Nome da fantasia: “A volta do malandro”.
O que representou: o malandro carioca retratado na obra de Chico “Ópera do Malandro”. Em
certo momento, os integrantes simulavam uma briga de navalhas.
Coreógrafo(s): Carlinhos de Jesus.
Pontuação: 10,0 – 10,0 – 10,0 – 10,0 – 10,0


 IMPERATRIZ LEOPOLDINENSE
ENREDO: “Quase no ano 2000”.
CARNAVALESCO(S): Rosa Magalhães.
Componentes: 15 masculinos.
Nome da fantasia: “O sonho de Ícaro”
O que representou: Faziam alusão ao personagem da mitologia grega, que tentou voar com
asas de cera.
Coreógrafo(s): Fabio de Mello.
Pontuação: 10,0 – 10,0 – 10,0 – 10,0 – 10,0

UNIDOS DO VIRADOURO
ENREDO: “Orfeu, o negro do Carnaval”.
CARNAVALESCO(S): Joãozinho Trinta.
Componentes: 14 masculinos (Composta por 14 homens negros: Sérgio Antônio, Silvenir de
Souza Gomes, Leonardo Gabriel, Sizeraldo dos Anjos, Vagner Camilo, Fernando Cezar, André
PQD, André Portela, Silvério Brites, Marcello Café, Luciano Costa, Carlos César, Cláudio
Corrêa e José Carlos Araújo).
Nome da fantasia: “Apollo – o Sol”.
O que representou: “Representa a força divina do deus Apollo – o Sol. Este simbolismo da
mitologia grega vem expresso na fantasia da Comissão de Frente. A lira, o instrumento musical
clássico, foi substituído pelo violão marcando a transposição do mito de Orfeu na Grécia para o
Rio de Janeiro, nos dias atuais”.
Coreógrafo(s): Jussara Pádua.
Pontuação: 10,0 – 10,0 – 10,0 – 9,5 – 9,5

BEIJA-FLOR DE NILÓPOLIS 
ENREDO: “Pará – o mundo místico dos Caruanas nas águas do Patu-Anu”.
CARNAVALESCO(S): Comissão de Carnaval (Anderson Muller, Cid Carvalho, Fran-Sérgio,
Ubiratan Silva, Nelson Ricardo, Amarildo de Mello, Paulo Führo e Victor Santos).
Componentes: 14 femininos e 01 masculino.
Nome da fantasia: “Povo de Auí”.
O que representou: “Num misto entre o real e o fantástico, surge o Povo de Auí na passarela,
tendo o corpo formado pela delicadeza dos seres descidos do Girador e a força do índio
marajoara. É o povo brasileiro: forte, guerreiro, sensível e sonhador. O ator Jorge Lafond, virá
caracterizado de pajé, integrando nossa comissão de frente, realizando encenações referentes
ao ritual místico desempenhado pelo Pajé durante a Pajelança”.
Coreógrafo(s): Ghislaine Cavalcanti.
Pontuação: 10,0 – 10,0 – 10,0 – 10,0 – 8,5


 UNIDOS DA TIJUCA 
ENREDO: ‘De Gama a Vasco – a epopéia da Tijuca”.
CARNAVALESCO(S): Oswaldo Jardim.
Componentes: 15 femininos.
Nome da fantasia: “Afrodite e ninfas”.
O que representou: “Canto I – Verso XXI
Nos ombros de um tritão, com gesto aceso,
Vai a linda Dione furiosa;
Não sente quem a leva o doce peso,
De soberbo com carga tão formosa.
Já chegam perto donde o vento teso
Enche as velas da frota belicosa;
Repartem-se e rodeiam nesse instante
As naus ligeiras, que iam por diante”
“Verso XXII
Põe-se a Deusa com outras em direito
Da proa capitania, e ali fechando
O caminho da barra, estão de jeito
Que em vão assopra o vento, a vela inchando
Põem no madeiro duro o brando peito
Para de trás a forte Nau forçando;
Outras em derredor levando-a estavam
E da barra inimiga desviavam”
(Os Lusíadas – Luis de Camões)
“Baseado na obra de Luis de Camões, dentre seus vários momentos de referência à mitologia
grega, observa-se a presença de Dione ou Afrodite com uma função de grande importância da
viagem de nosso herói Gama para a Índia. Desde a sua saída do Tejo até o seu retorno de
Calecut, Afrodite se encontra presente guiando e protegendo as Naus de todos os perigos de
Tormentas que haviam de enfrentar. Em muitas pinturas do século XV, cujo tema aborda
Caravelas e Naus, vemos a presença de muitas Ninfas desta Deusa circundando as
embarcações como que as conduzindo para o seu destino. Por estas razões, julgou-se bastante
apropriado que na abertura deste trabalho que revive a epopéia de Vasco da Gama estivessem 76
presentes Afrodite e suas Ninfas conduzindo-nos e guiando-nos através da História de nossos
ancestrais”.
Coreógrafo(s): Marcelo Misailidis.
Pontuação: 9,0 – 9,0 – 9,0 – 8,0 – 8,0

UNIÃO DA ILHA DO GOVERNADOR
ENREDO: “Fatumbi – Ilha de todos os santos”.
CARNAVALESCO(S): Milton Cunha.
Componentes: 15 masculinos.
Nome da fantasia: “Ifá e a Mensagem”.
O que representou: “Willian, 17 anos, (...) integrante do cast do Municipal (...) sua missão é
interpretar ‘Exu’, o mais humano dos Orixás e responsável pelas mensagens entre Deuses e
Mortais. (...) Os 14 belos homens negros apresentam-se como Ifá, regente da cabeça de
Fatumbi e inspiração para seu nome. Como Ifá não é um Orixá que ‘baixa’, não sabemos qual a
representação física dele. Porém baseado em seus fundamentos é possível coordenar elementos
associados a ele: o azul-pavão, as penas de faisão e os tons de Dendê”.
Coreógrafo(s): Carlinhos Muvuca.
Pontuação: 10,0 – 10,0 – 9,5 – 9,5 – 8,5

FONTE: Livro "Comissão de Frente: Alegria e Beleza pedem passagem" de Júlio César Farias

Nenhum comentário:

Postar um comentário