Aqui elas dão show!

Loading...

domingo, 22 de abril de 2012

Justificativas 2012 - Vila Isabel




“Você Semba Lá... Que eu Sambo Cá! O Canto Livre de Angola”, foi com este enredo que a Vila Isabel tentou o campeonato em 2012. E passou perto, bem perto. A Vila mostrou uma Angola colorida e alegre, tornando a escola de Noel num dos grandes destaques deste carnaval. Marcelo Misailidis em seu quinto ano na escola levou pra avenida a "A Savana Africana", que deixou a todos fascinados com as seguidas surpresas da apresentação. Um sucesso de público e de crítica! Em 2013, Marcelo integra mais uma vez a equipe da Vila Isabel.


O QUE REPRESENTOU:
 Segundo o jesuíta Sandoval (1625), “Os calores e os desertos da África misturavam todas as espécies e raças de animais em redor de poços, criando um ecossistema particular, capaz de engendrar hibridações monstruosas”.
As bestialidades a que falava o escritor eram rinocerontes, leões, hienas, entre outros. E tal estranheza 
também era causada pela cor da pele de seus habitantes.
A Comissão de Frente investe nestas impressões para retratar de modo alegre e divertido, a misteriosa 
vida das Savanas, onde eclodem repentinamente variadas situações, nas quais a luta pela sobrevivência é 
um suspense constante. A Savana está para a vida africana assim como o rinoceronte está para a psicologia humana, podendo ser visto como um símbolo do inconsciente, um universo desconhecido, de feras escondidas, que podem vir à tona, de tudo aquilo que não se tem controle, que tem vida própria, que nos fascina e aterroriza ao mesmo tempo. Composta por 15 componentes em cena, os integrantes dividem variados personagens da savana de 
Angola.
Concepção da Comissão de Frente:
A concepção desenvolvida pela comissão de frente da Vila Isabel concentrou seu olhar na imagem da 
savana africana, local onde habitam feras e animais exóticos num cenário misterioso e fascinante. O heroico povo africano compartilha este mesmo espaço com suas tribos exuberantes, de coragem e determinação única. O Rinoceronte a frente deste  cenário é o símbolo da força brutal e incontrolável que representa a 
natureza desta região e que atraia a atenção dos visitantes que tinham curiosidade à respeito até do gosto 
da sua carne. Muitos artistas desenharam este estranho animal, sendo um dos mais famosos a representação feita por Dürer. A junção destes elementos e personagens como a Savana, os animais e o homem nativo, compõe o quadro de apresentação da Comissão de Frente, cercado de uma atmosfera lúdica, tal qual uma criança imaginaria este cenário, com feras e homens convivendo harmoniosamente o mesmo habitat

CONFIRA O QUE ACHARAM OS JURADOS:

Fabiana Valor - 10,0
Concepção/Indumentária - 5,0               Apresentação/Realização - 10,0

Marcus Nery M. Vabo - 10,0
Concepção/Indumentária - 5,0               Apresentação/Realização - 5,0

Paulo César Morato - 9,9
Concepção/Indumentária - 4,9               Apresentação/Realização - 5,0
"Marcelo Misailidis apresenta-nos um trabalho bastante criativo e c/ uma boa narratividadde, características que são os alicerces de uma boa com. de frente. Apenas peca ao ñ explorar por mais tempo em frente à cabine do jurado, a cena em que os nativos entram na alegoria e ficam aparecendo e desaparecendo junto c/ os animais na mata (savana). Do modo como foi feito ficou a sensação, em quem assiste, de que faltou algo, de se querer mais, e de que um impacto perfeito e total poderia ter sido alcançado com um encadeamento das duas partes da coreografia."

Raphael David - 10,0
Concepção/Indumentária - 5,0               Apresentação/Realização - 5,0
BÔNUS: (0,1)

Confira como foi a apresentação:


O DIA - Comissão de Frente da Vila aposta na simplicidade
Por Angélica Paulo

A Comissão de Frente da Vila Isabel entra na avenida apostando na simplicidade, segundo o coreógrafo Marcelo Misailidis. Antes da escola entrar na Sapucaí, ele deu alguns detalhes de como seria a passagem dos dançarinos.

"A comissão não vai ter nenhuma grande surpresa e o grande barato é que eles vão trazer uma visão poética de como a criança africana vê a savana", disse Marcelo.
Atrás da comissão, um tripé todo feito com boia de piscina vai representar a savana. Os dançarinos farão movimentos de animais africanos e dançarinos apresentarão, na coreografia, passos do kuduro.
Ao todo, 15 componentes fazem parte da comissão. Segundo Misailidis, todos sambistas.










Nenhum comentário:

Postar um comentário